domingo, 18 de novembro de 2012

O que é um banco de baterias?


As baterias armazenam a energia elétrica sob a forma de energia química e são constituídas de placas positivas e negativas, mergulhadas numa solução aquosa chamada eletrólito (baterias ventiladas) ou mergulhadas em um gel pastoso (baterias seladas).
Atualmente, utilizamos as baterias seladas do tipo VRLA (valve regulated lead acid batteries) devido as suas características de versatilidade, confiabilidade e custo/benefício.
Existem basicamente dois tipos de baterias eletroquímicas: as recarregáveis e as não recarregáveis. As baterias recarregáveis são aquelas onde é possível reverter às reações de oxidação-redução dos componentes químicos, visando gerar energia novamente. As não recarregáveis, são aquelas onde não é possível (ou é muito difícil) reverter a reação.
Os bancos de baterias apresentam uma importância fundamental para o funcionamento do sistema de distribuição energia elétrica. Estes são construídos com arranjo serial de baterias, adequados para situações emergências, pois podem entrar em operação quase imediatamente.
Em caso de interrupção da eletricidade, seja por defeito ou falhas, os bancos de baterias garantem o fornecimento da corrente contínua (CC), de forma ininterrupta e com grandes autonomias, para energização dos sistemas de proteção, controle, automação, telecomunicação e supervisão e ainda, possibilita a realizar as manobras de recomposição de subestação e/ou usina geradora.

Um comentário:

@lary disse...

Obrigada, as informações foram muito úteis :)